Quénia

Na sequência da violência pós-eleitoral que resultou em mais de mil óbitos no Quénia, foi firmado um contrato social comunitário pelas duas comunidades a 21 de Novembro de 2008, nos distritos de Sotik e Borabu do país, num evento realizado para simbolizar a transição do prolongado conflito étnico para a coexistência pacífica. O pacto assinalou uma viragem para a unidade e o desenvolvimento entre as comunidades.

Isto fazia parte de um projecto coordenado pela ACORD e pela Associação de Produtores de Cereais (CGA), com vista a criar espaço para o diálogo e a reconciliação comunitária. Durante o evento, designado "Umoja ni Nguvu" (‘A união faz a força' em Kiswahili), a assinatura do "tratado" de paz pelas comunidades afectadas foi complementada pela compartilha de comida, participação num encontro amigável de futebol, dança e música tradicionais.

Projectos em curso

Líderes comunitários de Busuku, Sabaot e Teso assinam contratos de paz social em Mabanga no Oeste do Quénia, tendo por testemunha o Vice-presidente do país.

A ACORD tem estado a trabalhar no Quénia desde 2005, principalmente, no distrito de Kajiado ao longo da fronteira com a Tanzânia, em resposta à seca crónica que as comunidades pastoris enfrentam, bem como na região ocidental do país, em resposta à violência pós-eleitoral, onde providenciou apoio na consolidação da paz e reconciliação comunitária.

>> Subsistência: A ACORD está a melhorar o acesso à água e a desenvolver infra-estrutura de aprendizagem para as comunidades do distrito de Kajiado com vista a melhorar a vida dos Maasai pastoris carenciados e marginalizados.

>> VIH / SIDA: A ACORD está a trabalhar num programa transfronteiriço de VIH e SIDA tanto com sua equipa do Quénia como da Tanzânia, com vista a dar resposta ao VIH / SIDA no seio das comunidades e das populações de pastoris Maasai em ambos os lados da fronteira.

>> Construção da Paz: A intervenção da ACORD em Sotik e Borabu tem como finalidade contribuir para a satisfação das necessidades de recuperação das vítimas de violência pós-eleitoral, bem como traduzir em realidade o Acordo Nacional de Paz ao nível da comunidade. A ACORD continua a trabalhar no sentido de conciliar as duas tribos de Kipsigis e Kisii em conflito. Foram levadas a cabo actividades de recuperação de abrigo e dos meios de subsistência das vítimas de violência pós-eleitoral. Os agricultores afectados pela insegurança receberam alfaias agrícolas para que pudessem retomar as suas actividades produtivas.

Locais onde desenvolvemos as nossas actividades

O nosso escritório de coordenação tem a sua sede em Nairobi e os nossos programas encontram-se implantados em duas regiões: distrito de Kajiado, na fronteira entre o Quénia e a Tanzânia e na parte ocidental do Quénia (Sotik e Borabu).


Veja, no mapa ampliado, a localização geográfica das actividades da ACORD no Quénia.

Comunidades contam as suas histórias no Quénia

A violência pós-eleitoral e a insegurança que daí resulta constituíam uma ameaça real às mulheres e crianças, que são os grupos mais vulneráveis em situações onde a força bruta é usada. As mulheres são fisicamente menos fortes e têm dificuldade em se defender. Também temos filhos pequenos que temos que cuidar, daí que lutamos para fugirmos juntos. A nossa casa em Memisi foi queimada durante os confrontos e fomos forçados a fugir. Por algum tempo, vivemos num acampamento nas proximidades da polícia, antes que pudéssemos chegar à casa de uns parentes do outro lado que nos ofereceram abrigo. Tudo foi destruído, ficamos desamparados e sem saber o que fazer. Durante grande parte desse período também não conseguíamos cultivar os nossos campos por causa da insegurança (Janeiro a Março, que é a época de plantio), também tínhamos medo de ser estupradas por bandidos. Monica Wanjou de Memisi, Distrito de Borabu

A Monica Wanjou recebeu fertilizantes e sementes de milho da ACORD, que estava a trabalhar em estreita colaboração com a Associação dos Produtores de Cereais.

Nossos parceiros no Quénia

No distrito de Kajiado, o projecto de abastecimento de água foi desenhado e implementado em estreita colaboração com a organização local Neighbours Initiative Alliance - NIA (Aliança de Iniciativa de Vizinhos) e a comunidade de Kilonito. Além disso, a ACORD está a trabalhar em estreita colaboração com o Programa para Mulheres na Indústria Pesqueira (Women in Fishing Industry Programme - WIFIP), a Rede CSO, o Programa de Desenvolvimento Agrícola Rural (Agricultural Rural Development Programme) e a Diocese Católica de Nakuru.

A ACORD recebe valioso apoio de doadores, incluindo a Agência Canadense de Desenvolvimento Internacional (Canadian International Development Agency - CIDA), UN Women, PNUDComissão Guernsey Overseas Aid e Governo da Holanda.

Fotografias, vídeos e publicações

Vozes Comunitárias (DVD, 2010).
Una-se ao povo das comunidades de Sotik e Borabu no trabalho de construção da paz que já dura mais de um ano, na sequência da violência que irrompeu no Quénia após a disputa eleitoral nacional.
    inglês

Training sessionTreinando Produtores de Pequena Escala no Quénia (DVD, 2010).
Um filme curto apresentando o aprendizado prático durante o treinamento de multiplicadores em práticas agrícolas efetivas. O público-alvo do treinamento eram pequenos produtores rurais e pastoralistas que foram beneficiados com as técnicas sobre como promover práticas agrícolas efectivas.
    inglês e suaíle

Violência contra a Mulher na África: um problema importado ou uma realidade oculta? - Reflexões de Estudantes Universitários no Quénia (2010).
Uma compilação de ensaios escritos por estudantes quenianos sobre a questão da vioência contra mulheres e raparigas.
    inglês

Prossecução da justiça para a violência sexual e baseada no género no Quénia. Síntese das opções de ressarcimento. Argumenta que o ressarcimento deve impulsionar a transformação pós-conflito da injustiça sociocultural e das desigualdades políticas e estruturais que moldam a vida das mulheres e raparigas.
    inglês

Fazendo vigorar a lei: Quénia: uma auditoria sobre a Prática Jurídica na questão da Violência Sexual (relatório, 2009)
Uma revisão da prática jurídica sobre violência sexual no Quénia. A análise considera sobre: quais leis nacionais lidam com a violência sexual; como juízes e outras autoridades judiciais interpretam a lei; atitude policial no que diz respeito à violência sexual; o papel das instituições de saúde. A auditoria também faz recomendações para a advocacia da sociedade civil pela melhora da resposta à violência sexual.
    inglês

Uma síntese de todas as 'auditorias jurídicas' conduzida em cinco países da Região dos Grandes Lagos também está disponível:
    inglês  |  francês

Cover of CPRR handbookRestauração da Paz da Comunidade e Reconciliação: Um Manual para a Geração de Lideranças pela Paz Sustentável e pela Restauração de Comunidades Divididas (2011). A abordagem é enraizada em diálogo para facilitar a verdade, cura, perdão e reconciliação com o intuito de promover o entendimento e facilitar a formação de um acordo sobre as modalidades de uma coexistência pacífica e alternativas não-violentas ao conflito.
    inglês

Poderás encontrar mais recursos sobre as actividades desempenhadas pela ACORD no Quénia em nosso website.

Podemos enviar fotografias e vídeos do trabalho da ACORD no Quénia mediante pedido por escrito remetido ao seguinte endereço: communications@acordinternational.org.

Como pode apoiar as comunidades no Quénia

As doações financeiras e o apoio em espécie às actividades da ACORD no Quénia contribuem sobremaneira para apoiar as comunidades pastoris ao longo da fronteira entre o Quénia e a Tanzânia, fortalecendo a sociedade civil e promovendo a paz e a reconciliação. Estas acções constituem factores críticos de capacitação para a implementação bem sucedida dos nossos projectos. O compromisso e a apropriação da manutenção das instalações pelas próprias comunidades garantirão o impacto duradouro dos programas na sua subsistência e no seu desenvolvimento.

Subscreva ao nosso boletim informativo, visite o escritório mais próximo da ACORD ou telefone-nos a fim de obter mais informações sobre as nossas actividades no Quénia.

  • conflitos e construção da paz
  • pastoralismo
  • quénia
  • Quénia em Números

    Contacte-nos no Quénia

    Convidamo-lo a contactar ACORD no Quénia:

    •  por correio eletrônico

    info.ke@acordinternational.org

    •  por correio postal

    PO Box 61216 00200
    Nairobi
    Quénia

    •  por visita

    ACK Garden Annex,4th floor
    1st Ngong Avenue,

    •  por via telefônica

    +254 20 272 1186
    +254 20 272 1185
    +254 20 272 1172

    •  por fax

    +254 20 272 1166



    Jacob Wasai Nanjakululu
    Coordenador de país pela ACORD em Quénia.